quinta-feira, 22 de julho de 2010

Nunca conheci quem tivesse levado porrada.
Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo.

...

Quem me dera ouvir de alguém a voz humana
Que confessasse não um pecado, mas uma infâmia;
Que contasse, não uma violência, mas uma cobardia!
Não, são todos o Ideal, se os oiço e me falam.
Quem há neste largo mundo que me confesse que uma vez foi vil?
Ó príncipes, meus irmãos,


Arre, estou farto de semideuses!
Onde é que há gente no mundo?

(Poema em linha reta - Fernando Pessoa)

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. É melhor conhecer pessoas que lutam pelo o quer do que aquelas que não sabem nem o que vão fazer.
    Errar nem sempre é a melhor opção.
    O bom é que nos ajuda a ter conhecimento e a não cometer os mesmo erros para não errar novamente.

    Beijinho :)

    ResponderExcluir